Descripción del proyecto

IPB (Instituto Psicoanálisis de Bahía)

Núcleo de Psicoanálisis y Audiovisual  2017

  

A inquietante estranheza dos signos discretos

O Núcleo de Psicanálise e Audiovisual investigará em 2017 os signos discretos nas psicoses ordinárias nas telas também ordinárias que conformam nosso habitat atual.

O Núcleo dedicou-se anos atrás as loucuras extraordinárias que sempre atraíram os realizadores e ocuparam o lugar de argumento central de filmes memoráveis sobre a loucura nas telas. A primeira publicação do então Núcleo de Psicanálise e Cinema (“Isso mostra, dá-se a ver: cinema e loucura”)[1] retorna sob o ensejo do XI Congresso da AMP: “As psicoses ordinárias e as outras, sob transferência” (Barcelona 2018) trazendo de volta à investigação do tema da loucura em seu cruzamento, especialmente com o cinema.

Partíamos da seguinte interrogação: assim como existem filmes sobre loucos há na própria linguagem do cinema uma dimensão propriamente louca, e de ordinária loucura. De que se trata essa propriedade louca alojada na experiência cinematográfica? Concluímos que o semblante do louco no cinema dava a ver o que no simbólico resiste à significação.

Hoje nos interessa investigar os paradoxos dos signos[2] discretos plantados artificialmente em cena. Signos discretos, despercebidos, que uma vez localizados, gritam sua verdade. O cinema como artificio vai deixando pistas discretas que uma vez lidas, nomeadas e postas em evidencia conduzem a trama argumental até o a miúde extraordinário.

A aposta metodológica de pesquisa é capturar, desde o aporte bibliográfico sobre psicoses, o real da loucura na estrutura cênica, no estilo da montagem, na introdução do som, no lugar da voz, na perturbação do olhar, em recortes de produções cinematográficas escolhidas.

Para essa empreitada vamos realizar uma parceria com o Núcleo de Psicose onde uma vez por mês, na última quarta feira, levaremos nossas peças soltas. Na ocasião discutiremos os temas de interseção através da exibição de recortes de filmes acompanhados por uma apresentação e conversação sobre os resultados das pesquisas.

Datas dos encontros do Núcleo de Psicanálise e Audiovisual (1º semestre)

(Encontros às sextas-feiras, às 12h00min, na sede do IPB)

17/03; 01/04; 15/04; 06/05; 20/05; 03/06; 17/06

Datas da participação do Núcleo de Psicanálise e Audiovisual no Núcleo de Psicose (1º semestre)

29/03; 19/04; 31/05; 28/06